Bolsas para pós-graduação na Alemanha em temas relevantes para o desenvolvimento

O DAAD abriu inscrições para a seleção de bolsistas para o Programa de Pós-Graduação em Temas com Relevância para Países em Desenvolvimento 2012-2014. Nesta edição do programa, são oferecidos 43 cursos de master em diferentes áreas: gestão e política econômica, planejamento regional, engenharia e ciências próximas, ciências agrícolas, florestais e ambientais, matemática, saúde, ciências sociais, educação, direito e mídia. A lista completa, tanto dos cursos oferecidos quanto dos pré-requisitos exigidos, pode ser conferida no site brasileiro do DAAD: http://rio.daad.de/shared/pos_graduacao.htm.

Três novos cursos foram incluídos nesta nova seleção: Water Resources and Environmental Management, na Universidade de Hannover; Health and Society: Gender and Diversity, na Universitdade Médica Charité de Berlim; International Media Studies, na Hochschule Bonn-Rhein-Sieg em parceria com a DW-Akademie (Academia da Deutsche Welle). Dois outros deixaram de fazer parte do programa.

Os candidatos devem enviar a documentação para o escritório do DAAD no Rio de Janeiro até 31 de julho de 2011, mas também têm a possibilidade de encaminhar os documentos para o DAAD em Bonn até 31 de agosto ou ainda diretamente para as universidades, neste último caso com data de chegada até 15 de outubro.

Na última seleção, dos 40 brasileiros que se candidataram, nove foram contemplados com bolsas de estudos. Dois deles realizarão o master na Universidade de Magdeburg, enquanto os demais seguirão para cursos nas universidades de Leipzig e Freiburg, na Universidade de Ciências Aplicadas de Colônia (FH Köln), nas universidades técnicas de Dresden e Darmstadt. Também há um estudante selecionado para o Instituto de Tecnologia de Karsruhe (KIT) e outro para o convênio entre a Universidade de Göttingen e a Universidade de Talca, no Chile.

O DAAD é a maior organização de intercâmbio acadêmico e científico do mundo, com orçamento superior a 300 milhões de euros e mais de 57 mil fomentados (alemães e estrangeiros) anualmente. Em estudo divulgado em março de 2011 pelo British Council, as universidades alemãs foram consideradas as mais internacionalizadas do mundo.

Comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s